Carregando...

quinta-feira, 14 de julho de 2011

Professor da UFMG, Nívio Ziviani recebe prêmio nacional por mérito científico

Nívio Ziviani, professor emérito do Departamento de Ciência da Computação da UFMG e vice-coordenador do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia para Web (InWeb), recebe, na próxima terça-feira, 19, o Prêmio de Mérito Científico da Sociedade Brasileira de Computação (SBC). Siang Wun Song professor da USP , também foi indicado para a distinção. O prêmio se destina aos sócios efetivos ou fundadores da SBC que possuem contribuição científica ou técnica para a computação.

A entrega acontecerá na cerimônia de abertura do Congresso da SBC , em Natal, Rio Grande do Norte.
Reconhecido como um dos maiores nomes na área de recuperação de informação do país, Nívio Ziviani tem como marca a contribuiçao teórica no avanço do conhecimento nessa especialidade e a capacidade empreendedora em transformar ciência em aplicações úteis para a sociedade. Sua formação científica permitiu que o Brasil se mantivesse a pari no desenvolvimento de algoritmos usados em serviços de busca na internet, desde de sua criação.

Exemplo disso é a Akwan Information Technologies, fundada em 2000 por grupo de professores da UFMG, e transferida para o Google em 2005. A Akwan fornecia serviços de busca para usuários finais e empresas no Brasil, como UOL e IG, além de ser responsável pelo site de buscas Todobr.com (www.todobr.com.br). A qualidade técnica e de recursos humanos capitaneada por Ziviani chamou a atenção e foi decisiva para a empresa norte-americana adquiri-la e transformá-la no Centro de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) do Google na América Latina - ainda hoje sediada em Belo Horizonte.

Atualmente, Ziviani está envolvido em novo projeto ligado ao InWeb, denominado Coleta, processamento e disponibilização de documentos na web. A meta da pesquisa, conforme indica o Instituto em seu site, é gerar bases de documentos - texto, imagens, vídeos, música e outros - que servirão para estudos, desenvolvimento de interfaces, serviços e aplicações de recuperação de informação na internet.

A indicação para o prêmio da SBC foi feita por comissão especial, composta pelos professores Nelson Maculan Filho, Jayme Luiz Szwarcfiter, Cláudio Leonardo Lucchesi e José Carlos Maldonado, e aprovada pelo Conselho da entidade. A análise teve como referência também a "excelência, competência e contribuição para a ciência de uma forma geral, reconhecimento da comunidade nacional e internacional e a contribuição para a formação de RH de qualidade no país".

Academia
Na UFMG, Nívio Ziviani foi um dos criadores do curso de ciência da computação. Em 1994, fundou o Latin - Laboratório para Tratamento da Informação, hoje uma referência internacional na área. À frente do Latin, coordenou diversos projetos com financiamentos do CNPq, Finep e da agência espanhola Cyted. Publicou mais de 100 artigos completos arbitrados em periódicos e conferências, três livros e três capítulos de livros, e orientou a formação de vários doutores e mestres. Como membro da comunidade acadêmica, criou a conferência internacional Spire - Symposium on String Processing and Information Retrieval, realizada a primeira vez na UFMG em 1993, este ano na décima oitava edição; coordenou a realização de vários eventos importantes, como o XIV Congresso da SBC; e a 28ª ACM SIGIR Conference on Research and Development in Information Retrieval.

Foi ainda um dos signatários dos Grandes Desafios da Pesquisa em Computação no Brasil propostos pela SBC. Teve forte atuação para a consolidação da área no país. Foi representante da Área de Ciência da Computação na Capes por dois mandatos consecutivos, Coordenador do Comitê Assessor de Ciência da Computação do CNPq por dois mandatos não consecutivos e membro do Comitê Multidisciplinar de Articulação (CMA) do CNPq. No DCC/UFMG, ocupou diversos cargos administrativos relevantes e teve forte liderança na criação dos cursos de graduação e de pós-graduação. Ao longo de sua carreira acadêmica teve notória atuação na relação academia-indústria. Desenvolveu diversos protótipos que deram origem a várias empresas de alta tecnologia, contribuindo fortemente para a geração de empregos e a instalação de empresas de forte base científica e tecnológica no país.

É atualmente membro da Comissão Técnica Consultiva da Coordenadoria de Transferência e Inovação Tecnológica (CT&IT)/UFMG. Já recebeu vários prêmios e reconhecimento em função de sua atuação profissional. É bolsista de Produtividade 1A do CNPq. Em setembro de 2005, já aposentado, mas sem deixar de lado as suas atividades de ensino e pesquisa na UFMG, recebeu o título de Professor Emérito do Instituto de Ciências Exatas da UFMG. Nos anos seguintes. foi agraciado com a Medalha de Honra da Inconfidência Mineira, admitido na Ordem do Mérito Científico na classe de Comendador e eleito membro titular da Academia Brasileira de Ciências.

Autor/fonte: Setor de Divulgação do DCC / UFMG
http://www.ufmg.br/online/arquivos/020128.shtml

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...